MIT DESENVOLVE QUEPARDO ROBÔTICO,QUE SALTA COMO O ANIMAL REAL - VEJA O VÍDEO

Algoritmo permite que robô corra e salte sem perder velocidade (foto: Reprodução/MIT)

Algoritmo permite que robô corra e salte 
sem perder velocidade (Foto: Reprodução/MIT)

MIT desenvolve guepardo robôtico, que salta como o animal real

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, desenvolveram um robô inspirado no guepardo, o animal mais rápido do mundo. A versão robótica é capaz de correr, detectar obstáculos e saltar por cima deles, simulando os detalhes dos movimentos de um guepardo de verdade. A máquina pode pular objetos com até 33 cm de altura sem perder a velocidade.



Os testes revelaram que o robô já tem capacidade para correr com velocidade de até 16 km/h, embora os pesquisadores estimem que o hardware atual é capaz de suportar até 48 km/h. Esse valor representa cerca de metade da velocidade do próprio guepardo, que atinge 96 km/h.
Um dos segredos que tornou possível a façanha é um novo algoritmo que o grupo desenvolveu para calcular o movimento. Cada perna do robô precisa exercer uma certa quantidade de força durante um intervalo mínimo de tempo para manter a velocidade, e, quanto mais rápido se corre, mais força deve ser aplicada.

O professor de Engenharia Mecânica do MIT Sangbae Kim acredita que esse método é similar ao usado por atletas. “Muitos corredores não alternam suas pernas com velocidade. Na verdade, eles aumentam a largura dos passos pisando com mais força, fazendo com que eles sejam capazes de saltar mais e manter a frequência”, explicou.
Usando essa técnica, o robô pode se movimentar em terrenos mais difíceis, como um campo onde o chão seja acidentado. Isso foi demonstrado durante um teste no qual o guepardo robótico foi solto em uma área do MIT e se locomoveu sem problemas na grama.
Isso só foi possível por que o robô já demonstrou ser confiável em testes em esteiras, nos quais era capaz de lidar com problemas no meio do caminho, saltando sobre obstáculos sem perder a velocidade.
Outra característica do guepardo robótico é que ele pesa tanto quanto o próprio animal, o que permite controlar a força durante o curto período em que a pata toca o chão. “Muitos robôs são lentos e pesados e não podem controlar a própria força em altas velocidades”, apontou Kim.

O robô é fruto do trabalho de vários profissionais do MIT. A máquina é movida por um motor elétrico customizado de alto torque criado pelo professor de Engenharia Elétrica Jeffrey Lang e controlado por amplificadores desenhados pelo pesquisador de Engenharia do Laboratório de Eletrônica David Otten. Esses dois recursos, combinados, dão ao guepardo robótico a capacidade de controlar o impacto sem a necessidade de usar sensores delicados nas patas.
A pesquisa do robô guepardo é financiada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Assim que for aperfeiçoada, os pesquisadores acreditam que a tecnologia pode ser usada para criar próteses de membros mais eficientes ou mesmo novos tipos de veículos capazes de se movimentar em terrenos difíceis. 

Confira o vídeo que mostra o guepardo robótico em ação:



Fonte:http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2014/09/

Algoritmo permite que robô corra e salte sem perder velocidade (foto: Reprodução/MIT)